Um passeio pela Grécia intocada na ilha de Andros

De todos os lugares onde ancoramos, a Grécia foi um dos destinos mais incríveis. A Ilha de Andros, em especial, foi um achado quase acidental daqueles que o único comentário possível é “eu poderia viver aqui”.

andros10.jpg
Arquitetura local: casas brancas feitas de pedras

Estive em Andros em fevereiro de 2017 para visitar um amigo brasileiro que se mudou para ilha para escrever sua autobiografia. Logo na chegada concluí que não poderia haver lugar mais inspirador.

andros11.jpg
O #sunset na ilha de Andros

Apesar de ser conhecida como Micra Anglia (Pequena Inglaterra) por ter se tornado destino de magnatas ingleses que fizeram fortuna com negócios navais e decidiram construir mansões na ilha, os moradores locais costumam brincar que Andros é o último lugar do país aonde ainda se fala grego.

andros8.jpg
Pescador local na baía de Gavrio

A população local é de pouco mais de 10 mil pessoas espalhadas em pequenas cidades e povoados ao longo de 380 quilômetros quadrados. Do norte ao sul, são 40km, e de um lado ao outro da estreita ilha são apenas 16 km. A costa está formada por pequenas aglomerações de casas, hotéis e bares em 70 praias. Andros é a maior ilha do conjunto das Ciclades.

andros7.jpg
Casas brancas de pedra na montanha: um clássico grego

Será bem difícil encontrar um grupo de turistas posando para fotos nas ruelas das pequenas cidades da ilha de Andros. Esse lugar paradisíaco e inspirador ainda não é um destino popular de quem quer conhecer ilhas gregas.

andros6.jpg
Gavrio

A ausência de multidões de visitantes permite contato com uma Grécia original e interiorana muito peculiar. É nesse contato que descobrimos suas histórias, como por exemplo o fato de que quase todos os pescadores foram ao Brasil. Eles contam que trabalhavam embarcados e tinham os portos do Rio e de Santos como destinos comuns. Alguns estiveram mais de uma vez no Brasil e ficaram com algum tipo de ligação com o país. Quando me identificava como brasileiro percebia no rosto dos pescadores a expressão de saudade.

andros3.jpg
Porto de Gavrio

Como não há aeroporto, só existe uma maneira de chegar em Andros. Dois barcos que partem do porto de Rafina, localizado a cerca de 30 minutos do Aeroporto Internacional de Atenas, e levam duas horas até o porto de Gavrio, o único da ilha. O percurso dura cerca de duas horas – Andros é uma das ilhas gregas mais próximas do continente.

andros2.jpg
Andros, a capital da ilha

Onde ir em Andros:

Vila de Andros: é a capital da ilha, localizada na costa leste.

Vila de Gavrio: é o porto da ilha, onde o ferry passa duas vezes por dia.

Monte Agii Saranda: no norte da ilha, com 718 metros de altitude.

Monte Profitis Ilias: com 997 metros de altitude, é o ponto mais alto, localizado no centro da ilha.

Praia de Agios Kyprianos: uma das mais belas praias, no sul de Gavrio.

Palaeopolis: antiga capital da ilha, sítio de interesse arqueológico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s