Considere o réveillon em São Thomé das Letras

IMG_7396.jpg
Vista da igreja da praça principal a partir da pedra da Gruta São Thomé

Depois de três viradas seguidas acompanhado por milhões de pessoas na Praia de Copacabana, decidi que a passagem de 2014 para 2015 seria num lugar tranquilo. Aceitei o convite de um grupo de amigos e fomos passar uma semana na pequena cidade de São Thomé das Letras, no interior de Minas Gerais.

Naquele momento tudo o que sabíamos era que 1) São Thomé é uma cidade mística, cheia de mistérios e um dos locais preferidos dos OVNIs; 2) Lá mora o Ventania, cantor hippie sensação dos anos 80, autor de frases célebres como “rodoviária de maluco é posto de gasolina”; 3) Fica razoavelmente perto de São Paulo (347 km) e do Rio de Janeiro (323 km), locais de partida do nosso grupo; 4) Teríamos dezenas de cachoeiras naturais para visitar.

IMG_7186.jpg
Prepare-se para uma viagem cheia de surpresas na estrada

As nossas expectativas foram confirmadas assim que chegamos em São Thomé. Fomos surpreendidos pela quantidade de turistas, o que nos tirou um pouco a sensação de isolamento que estávamos buscando. Apesar disso, outros fatores colaboraram para fazer da nossa semana de virada do ano sensacionante.

IMG_7244.jpg
Você vai passar por várias estradas de terra, a maioria quase sem sinalização. Ligue o Waze ou Google Maps

Nossa primeira refeição foi num restaurante local, com comida típica mineira e bem barato, localizado no centro da cidadezinha. Há vários que atendem o grande volume de turistas que vão para lá em busca, talvez, do mesmo que nós. Todos servem comida caseira a preço justo.

IMG_7383.jpg
Como parte das celebrações do final do ano, essa “banda” circulou pelas ruas da cidade nos últimos dias de 2014

Passamos os demais dias acordando perto do meio-dia e rumando para alguma cachoeira das proximidades. Todas ficam um pouco distantes da cidade, assim que estar de carro ou moto é fundamental. Em algumas é impossível chegar de carro, mas nada que alguns minutos de caminhada por uma trilha fechada ou pelo leito de um pequeno rio não resolva.

IMG_7416.jpg
Cachoeira Véu de Noiva

Assim é o caminho para chegar numa das mais isoladas e bonitas cachoeiras: a Garganta do Diabo. Não se assuste com o nome, pois o tinhoso não vive ali. O maior perigo é a escalada para ver a cachoeira de cima e os insetos, como abelhas e marimbondos. Chegar lá requer cerca de meia hora de caminhada pelo mato e pelo riacho. No caminho há outras cachoeiras e uma tranquilidade que permite, inclusive, tomar banho pelado sem que ninguém se importe. No nosso caso, estávamos desnudos embaixo da queda d’água quando chegou outro grupo. Estávamos preparados para colocar a roupa de banho quando eles nos fizeram sinal e, imediatamente, começaram a tirar toda a roupa também.

IMG_7367.jpg
A Cachoeira Garganta do Diabo

Dentro da cidade há dois locais de onde se pode ter uma vista ampla da região, ideal para ver o pôr e o nascer do sol. Para chegar ao Morro do Cruzeiro é preciso subir alguns metros por um caminho de pedra. É de lá que, na noite da virada, você deve assistir ao show de fogos de São Thomé e, de brinde, pode ver ao longe os fogos das outras cidadezinhas ao redor. Nessa noite, fui abordado por um menino que, pelo sotaque, era do interior de Minas, perguntando: “Cê é o filho do comendador, né?”. A escuridão confundiu o rapaz, que achou que eu era o Caio Blat, que na época estava em uma novela global como filho de um tal comendador.

IMG_7496.jpg
Assim nasceu o sol no dia 1º de janeiro de 2015 no Morro do Cruzeiro

Ao lado do Morro do Cruzeiro você vai avistar a Casa da Pirâmide, outro local que oferece uma excelente e inesquecível vista do pôr-do-sol.

IMG_7211.jpg
A nossa rua em São Thomé

Nas cercanias de São Thomé está a visita mais intrigante que fizemos: a Ladeira do Amendoim. Esse lugar me deixou com a pulga atrás da orelha. É uma ladeira que possui algum magnetismo inexplicável que empurra os objetos para cima. Sim, juro. Vá até a ladeira, coloque o seu carro em ponto morto e espere. Ao invés de descer a ladeira, ele vai subir. Você também pode soltar o corpo em descida e vai sentir que “algo” está te empurrando para cima. É muito louco.

IMG_7408.jpg
O Poço das Esmeraldas

No período que estivemos em São Thomé não pudemos visitar outro dos pontos misteriosos: a Gruta do Carimbado, o famoso túnel que, segundo a lenda, liga São Thomé a Machu Picchu! A entrada da gruta fica em uma propriedade particular, na posse de uma das muitas empresas que extraem mineiras do solo da região. A presença das mineradoras, aliás, foi a surpresa desagradável da viagem. Várias vezes por dia ouvíamos explosões e em alguns locais os efeitos do extrativismo é flagrante.

IMG_7253.jpg
Na última manhã de 2014 acordamos com essa cena na nossa janela

A Gruta do Carimbado é um caminho por baixo da terra que ninguém sabe a extensão e que despertou o interesse de geógrafos, historiadores e da mídia. Há alguns anos muitos tentaram chegar ao final do túnel, mas sem sucesso. A TV Globo chegou a enviar uma equipe para averiguar onde acabava a misteriosa gruta, mas após percorrer cerca de 15 km a equipe desistiu. Até hoje ninguém conseguiu descobrir onde termina o caminho subterrâneo e, por isso, a lenda diz que a gruta começa em São Thomé e termina no Peru.

Moradores ligam o túnel à história de Chico Taquara, um ser lendário que, segundo os relatos, vivia entre São Thomé e Machu Picchu. Conversando com a dona de um salão de beleza que fica em frente à estátua do lendário personagem, fiquei sabendo que eles acreditam que o túnel pode ser resultado de descobertas Incas, que teriam chegado a São Thomé através de mapeamento astral e, por isso, construíram a ligação subterrânea. Ela chegou a citar, meio incrédula, que alguns também dizem que existe uma civilização evoluída que vive embaixo da terra e a gruta seria a porta de entrada para o local.

Outra nota triste da semana em São Thomé é que falhamos na missão conhecer o Ventania. Perdemos o show que ele fez na noite do ano-novo e não conseguimos comprar o CD dele porque – pasmem – na única loja que vendia já tinha acabado!

IMG_7402.jpg
As praias de Minas: água verde, turva e “pesada” do Poço das Esmeraldas

O que visitar em São Thomé:

Cachoeira Eubiose: é a que fica mais perto da cidade. Dá até para ir caminhando, mas até por isso, é uma das que ficam mais lotadas.

Cachoeira do Flávio: fica logo depois da Eubiose, é muito frequentada e de fácil acesso.

Cachoeira Véu de Noiva: um pouco mais distante, mas mais tranquila e incrivelmente bonita.

Garganta do Diabo: cerca de meia hora de caminhada pelo mato e pelo leito do rio a partir do local onde o carro fica estacionado, onde há um bar e restaurante.

Poço das Esmeraldas: resultado da extração de minerais, esse poço hoje é um balneário local. A água é verde e quente (diferente das cachoeiras, onde a água é geladíssima).

Morro do Cruzeiro: suba por um caminho de pedra que começa dentro da cidade e aprecie uma vista em 360 graus da região.

Casa da Pirâmide: fica ao lado do Morro do Cruzeiro. É um dos pontos mais altos perto do centro e de onde a vista do pôr-do-sol é sensacional.

Ladeira de Amendoim: localizada há poucos quilômetros da cidade. O caminho até lá é quase todo por asfalto e você só precisa passar por um pequeno trecho de terra batida para chegar à ladeira. Tenha atenção às placas na estrada principal, pois o acesso está bem escondido.

Gruta São Thomé: dentro da cidade há uma pedra gigante ao lado da igreja. Embaixo, há caminhos entre elas. A parte de cima é um mirante que oferece uma vista 360 graus de dentro de São Thomé.

 

Dicas úteis:

– O acesso a algumas cachoeiras é pago e, por óbvio, eles não têm cartão de débito. Leve dinheiro ou retire nos bancos no centro da cidade.

– Há várias pousadas, hotéis e hostels de vários preços. Optamos pelo aluguel de uma casa porque éramos um grupo de 8 pessoas e assim saiu mais barato.

– Leve repelente e protetor solar. Chapéu também é uma boa pedida.

– Tenha cuidado ao nadar no Poço das Esmeraldas, pois ele é profundo e a água parada é mais “pesada”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s